APRESENTAÇÃO

  

O interesse pelo tema meio ambiente tem permeado muitos segmentos da sociedade ligando diferentes gerações e alcançando todas as regiões do Brasil. No Nordeste brasileiro o tema ganha dimensões ainda maiores por ser esta região detentora dos mais frágeis ecossistemas do país. As discussões são seculares e buscam nas reflexões sobre o passado sustentação para inferências de teorias eficazes e, nos embates de convivência sofrida com a natureza, experiência para lidar com o estigma de sociedade esteticamente paternalista e clientelista e adotar uma prática sustentável e plural.

 O desenvolvimento econômico e social não pode estar dissociado da preservação ambiental, uma vez que ambos envolvem a sustentação do homem no seu habitat. O texto que compõe este livro revela claramente a afinidade do autor com este assunto bem como um aspecto singular do seu pensamento: não se pode falar sobre meio ambiente sem fazer referências a outras áreas do conhecimento humano e que não há aspecto da vida do homem que não esteja relacionado à questão do meio ambiente. Nesse sentido, o livro ao tempo em que parece abrangente e generalista, quando agrega uma vasta coletânea de assuntos afins, é também específico e enfático ao colocar a necessidade do homem mudar o tratamento e a forma como se relaciona com o meio ambiente.

 Problemas críticos e difíceis são apresentados pelo autor em linguagem simples mas elucidativa. Analisa desde as origens do homem, suas complicadas formas de convivência entre si e com o meio ambiente, além de fenômenos particulares da natureza, os quais compõem enorme riqueza de informações, questionamentos e exercício do livre pensar. Assim como o ciclo hidrológico é fechado e sua abordagem pode ser iniciada em qualquer ponto, as colocações inteligentes apresentadas pelo autor ganham relativa semelhança e revelam a existência de enigmática unidade entre o homem, seu meio e o universo

                                                                   Laudízio da Silva Diniz

                                                                   Diretor Executivo – AESA

                                 Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraiba

 

CONTRA CAPA

 

 

 

CAPA

 

 

L

                         ÁGUA 

                           A ESSÊNCIA DA VIDA

 

 

O presente trabalho não tem a pretensão de esgotar o assunto em questão, até porque não seria possível tal façanha, pois o mesmo é de uma fonte inesgotável.

      Clique Veja mais sobre o primeiro Livro

 

 

Copyright PEDRO SEVERINO. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita de PEDRO SEVERINO Online.